Eu não estou fazendo nada mesmo

Lembrei que tenho toda uma vida de memes pra fazer e, como eu não tô fazendo nada hoje mesmo, decidi respondê-los.

01. Qual sonho mais louco que você já teve?
Eu com certeza já tive muitos sonhos loucos e estranhos, mas agora agora eu não lembro de nenhum. 

02. Qual é o seu personagem de dorama e anime mais odiado?
Não assisti muitos doramas na minha vida (se assisti, fui um ou dois no máximo), mas de anime, nunca senti tanto ódio do Dio, do Phatom Blood, quando assim que ele chega na família dos Joestar, ele chuta o cachorro do Jojo.

03. Teve algum dorama ou anime que você não gostou?
Altos animes, na verdade. Os que tão na minha listinha de dropped do MyAnimeList são basicamente todos os animes que eu não gostei (tirando um ou dois porque eram infinitos)

04. Teve algum amor platônico?
Claro!

05. Música favorita?
“Impossível responder a essa pergunta :X Ontem a minha música favorita foi uma, hoje é outra e amanhã será outra… nunca é a mesma ._.” (ok, poderá ser a mesma durante uma semana ou mais se estiver viciada e infinitamente no modo repeat). ”

06. Cantor ou Banda favorita?
Não sou muito chegada a música, então…

07. Qual é o seu hobbie favorito?
Acho que meu maior hobbie mesmo é mexer no Onigiri, mas gosto também de jogar video game como qualquer pessoa normal.

08. Alguém já te decepcionou?
Já e eu já decepcionei pessoas.

09. Alguma coisa que você não viveria sem?

10. Por que você decidiu criar um blog?
Acho que simplesmente me deu na telha pra ver como funcionava (na época, o MySpace), aí decidi criar um blog no webbloger com outro nome com encomendas de gifs e imagenzinhas. Estava começando achar um porre quando conheci a Kih e desde então nunca mais saí dessa vida.

11. Já se arrependeu?
Claro.

12. Sabe desenhar, cantar e dançar?
Nope, nope e nope. De todas essas artes aí, eu sei menos que o básico.

13. Seu filme, anime, mangá favoritos?
Filme: Rei Leão
Anime: Céus, não faço a menor ideia. Tudo depende tanto do meu humor.
Mangá: Kimi ni Todoke

14. Gostaria de viajar para onde?
Acho que o grande marco da minha vida foi ter conseguido viajar pro Japão, mesmo tendo ficado só um mês. O que vier a partir de agora é tudo brinde! :D  Topo qualquer lugar.

15. Cadê a pergunta 15 o-o?

16. Qual sua comida favorita?

17. O que você faria se seu ídolo lhe cutucasse nas costas?
Acho que entraria primeiro em modo de defesa, porque não gosto de ser cutucada (um “WÂH”, dá um pulo, se afasta quase pronta pra correr). Depois provavelmente eu iria falar “Puxa, você? Caraca, sou sua fã!

 

Eu disse que iria fazer, não disse, Relieme? Eu só demorei uns 4 meses.

Pelo Canadá

I Sii you

Ooooooh, Canada… País com milhões de andaimes em todas as cidades que passei em todos os lugares onde cabia um andaime. Pelo menos eles estavam enfeitados.

Consegui ir pro Canadá com 600 dólares canadenses no bolso (presente do papai) e mais 400 dólares no cartão (que sobrou do Japão). Gastei praticamente todos os salários que eu consegui ao longo do semestre passado, retrasado e um pouquinho do ante-retrasado que tinha sobrado pra comprar a passagem. Ou seja: pra quem iria passar um mês lá, a situação tava complicada. Mas é aí que onde entra o Veterano  (que eu preciso arranjar outro nome pra ele) com algumas economias que ele fez com o dinheiro do csf! Ele conseguiu juntar dinheiro pra pagar nossos hotéis e as passagens de ônibus, tanto os de viagem quanto os locais pra gente passear. Então, conseguimos nos locomover, dormir, comer em lugares baratos e visitar muitos museus e comprar bastantes lembrancinhas! Óbvio que quando ele voltar pro Brasil eu vou estar devendo um rim pra ele.

Pra essa viagem, eu tinha planejado não levar celular porque pretendia comprar um por lá, porém, como deu treta com o celular, passei a viagem toda sem tirar uma única foto. Então, todas as fotos são do Veterano (isso explica como eu saí em muitas fotos).

E aprendemos a tirar selfies!

Boas selfies

O Canadá é um país difícil de se turistar. Eu preferiria muito mais conseguir sair do hotel, ir pro mercadinho comprar o café da manhã, voltar pro hotel, comer e depois bater perna sem rumo por aí, que foi o que fiz no Japão, basicamente. Entretanto, Canadá é um país gigantelesco. Tudo fica longe de absolutamente tudo. Teve uma cidade que até que deu pra gente não pegar ônibus, só que nisso perdemos dois museus que descobrimos só depois que era hiper bacana. E ônibus lá é algo que funciona e muito bem, só que você paga o preço dele funcionar muito bem também.

Talvez a gente tenha deixado alguma coisa em alguma cidade pra trás, mas nós dois passamos bastante tempo juntos, e eu acho que é isso que foi importante. Depois de 4 meses sem se ver, 1 mês andando de cidade em cidade, ou ficando no hotel o dia inteiro, valeu bem mais que acordar cedásso pra ir em 5 museus num dia só e só voltar de noite, só pra dormir.

 

Por sinal, nós fomos em muitos museus. Uma das partes mais legais dos museus eram as lojinhas de souvenir. Cada museu tinha uma lojinha totalmente diferente com chapéus, brinquedos, decoração, tudo fofo. Parte obrigatória de se passear num museu é ir na lojinha dele no final.

 Missisauga

Apesar do aeroporto de Toronto ter esse nome, ele fica numa cidadizinha chamada Missisauga. Assim que cheguei no Canadá, fomos pra um hotel perto desse aeroporto (que buscava a gente no aeroporto). Como eu fiz reservas de hotéis no Japão pelo Booking, depois de uma determinada quantidade de hotéis reservados, ele começa a te dar descontos em outros hotéis pelo mundo a fora, que foi onde eu consegui desconto nesse de Missisauga. O hotel era um luxo, tinha banheira, mesa, cadeiras, sofá, microondas, cama gigante e era muito limpinho.

A cidade em si não tem muita coisa. Acho que ela é mais de negócios, as pessoas vão lá porque acabaram de chegar no país, ou vão pra alguma reunião… Até andamos um pouco pela região do hotel, mas não encontramos nada.

Porém, experimentamos comida tailandesa!

Muito pho

Guelph

Guelph é onde o Veterano mora. Ela é tipo uma cidade satélite, que não tem nenhuma suuuuuuuper atração, mas tem um shopping legal, estádio de Hockey, cinemas…

Eu até fui com o Veterano pra universidade dele e assisti umas aulas dele, só que acabava dormindo nelas (por sinal, minha consulta com neurologista tá marcada pra fevereiro, yay!).

Ottawa e Gatineau

Ottawa foi a primeira cidade grande que visitamos como turistas mesmo. Fomos em bastante museus nela e andamos um pouco nas ruas (já disse que as coisas lá são longes?). O nosso hotel era longe desses pontos turísticos, então acho que deixamos algum museu bacana de fora.

Também demos um pulo em Gatineau, mas não sabíamos o que fazer lá, só comemos uma pizza e fomos embora.

Montreal

Montreal, assim como em Gatineau, era a parte francesa do Canadá. Era muito legal entrar nas lojinhas porque os atendentes nos cumprimentavam com “bonjour-hi“, aí você escolhia qual idioma você queria falar com ele: se falasse “bonjour“, ele falava em francês contigo; se falasse “hi“, ele falava em inglês; mas eu achava essa palavra tão bonitinha que tinha muita, mas muita vontade de responder “bonjour-hi” também.

Compara com Ottawa, Montreal era uma cidade bem suja, com bastante mendigos e com muitas pixações. Entretanto, era a que mais dava vontade de acordar de manhã, tomar o café da manhã, e sair sem rumo por aí. A cidade tinha prédios muitos bonitinhos, vimos muitas igrejas bonitonas também e o bairro Old Montreal é um encanto só. Tinha até passeio de carruagem, mas era $40,00 por pessoa. Chorei muito naquele dia.

Toronto

Toronto foi a cidade mais corrida que fomos, mas também a última antes de começar as aulas do Veterano e a contagem regressiva pra minha volta pro Brasil. Compramos o Toronto City Pass, que a gente economizou uns 60 dólares caso não comprasse e passasse em todos os museus, e foi muito legal, mas também extremamente cansativo. Ele nos obrigou a ir de cabo a rabo por Toronto, só que de metrô, então não vimos muita coisa durante o caminho dos museus.

Devo dizer que de longe meu passeio favorito foi o da Casa Loma. Mesmo eu indo numa época que não tem como passear pelos jardins (mesmo assim, o pessoal enfeitou uma parte do jardim com monte de luzinhas e ficou lindinho!), que dizem ser a parte mais bonita de lá, eu me encantei pela história do castelo, o interior de lá, a lojinha (óbvio) e a gente foi num dia que tava tendo apresentação de ballet. Lógico era bem simples, mas tão meiguinho! Nunca tinha visto uma apresentação de ballet.

Cataratas do Niágara

Niagara Falls foi a cidade mais próxima do que eu pude chamar de Las Vegas. Barulhenta, caríssima, mais impostos que as outras cidades e com muitas e muitas luzes. Ficamos só 2 dias nela pra aproveitar mais o ano novo que outra coisa, que devo dizer foi bem fraquinho até mesmo comparado com ano novo na esplanada dos ministérios, aqui em Brasília.

Óbvio que não tinha como fazer uma excursão pelas cataratas por motivos de -10º C. Mas aproveitamos algumas lojinhas e alguns restaurantes só pra não passar em branco. E os Estados Unidos fica a dois pulo das Cataratas, só não fomos pra lá porque ficamos com medo do que eles nos exigiriam pra passar pra lá (e a gente nem sabe qual cidade que faz fronteira, vai que era uma cilada?)

Vou usar isso no meu casamento. Sem as calças mesmo

Vou usar isso no meu casamento. Sem as calças mesmo

Essa viagem pro Canadá minha foi uma loucura, uma grande loucura por sinal, mas eu não me arrependo de nada no que fiz. Com certeza faltou lugar pra nós irmos, mas ficamos com preguiça e teve alguns dias que queríamos tirar o dia pra ficarmos juntinhos. Meus pais obviamente foram contra essa viagem por ela ser meramente turismo num país que eu não tinha taaaanta vontade de ir (pro Japão eu consegui apoio total por sempre ter sido meu sonho, mas Canadá…), mas depois de muita discussão eles consentiram e me apoiaram com o que podiam. Mandava whatsapp pra eles todos os dias e ligava no Skype pra eles também (a internet nos hotéis não eram tão boas quanto as do Japão, que dava pra ligar todos os dias sem problema algum. Ah, Japão…)

 

Bom, agora é só esperar o Veterano voltar pra juntarmos dinheiro e planejarmos nosso próximo destino: Nova Zelândia!

<3

<3