O melhor que se pode ser
domingo 9 de julho de 2017 às 11:47 | Arquivado em:

32
Desde o último post, do começo do ano, muita coisa mudou. Mas sempre muda né? Se não mudasse seria até ruim.

Foi fácil perceber a mudança, os antigos amigos já disseram logo de cara: “Martinha tá mais alegre!” “Você parece mais feliz, gosto assim”. E os novos amigos, quando não dou bom dia pulando em cima deles e cheia de abraços, já sabem que tem alguma coisa errada.
No meu namoro (que terminou no começo do ano) eu me sentia presa e não conseguia fazer novas amizades no meu novo cursinho, e no fim do ano passado eu tinha um total de 2 amigas que conviviam comigo, e alguns colegas pra tirar tirar dúvida e se ajudar. O problema foi que elas passaram e eu não.

Então nesse 2017 eu me “libertei” e me deixei ser quem eu sou por dentro, me livrei das máscaras e finalmente não me senti mal por fazer as besteiras que sempre guardei pra mim. Porque encontrei amigos que gostaram de mim mesmo assim, e até por causa disso.
E faz um bom tempo que eu tenho uns devaneios e fico pensando em como eu estou feliz com essa minha forma de viver. Moro do lado do cursinho agora, dividindo um apê com mais 3 meninas, mas é muito bom até! A gente se entende e tá convivendo bem. Tenho vários amigos, em grupinhos diferentes, então nunca estou sozinha e sempre tenho suporte e tem coisa mais incrível que se sentir querida? Não.

É isso, um pequeno desabafo meio diário aqui, pra registrar esse momento de felicidade e sentimento bom em relação á mim mesma. Nunca me senti tão bem e talvez quando isso mudar, demore pra eu conseguir de novo.
E pra você que tá lendo, independente de como tá o seu dia, sua semana, seu semestre, mantenha em mente: vai dar tudo certo! Vai melhorar, você vai ver, vai conseguir <3 E quando conseguir, aproveite essa sensação! Felicidades pra você ♥



Posts Relacionados





1 Comentário em “O melhor que se pode ser”
Moh | 05-09-2017 às 17:50 - Responder

Sei que esse post já foi escrito há um tempo, mas… Que bom que você está mais feliz, Mika! É sempre bom se sentir querida, né?
A gente tem que sempre comemorar a felicidade, por mais pequena ou curta que seja. E é bom nos livrarmos de máscaras, afinal, quem gosta da gente de verdade vai gostar da gente como realmente somos e isso é o mais importante!

Beijos e tudo de bom ♥